quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Confraternizando com o Centro Dia

No dia 22 de novembro, crianças adolescentes e equipe Lar Feliz estiveram mais uma vez no Centro Dia para o último encontro deste ano do Projeto Integrando Gerações.

As atividades foram iniciadas com apresentação musical da Banda Lar Feliz.

Em seguida foram organizadas duplas, um idoso com uma criança, sendo que cada dupla confeccionou um artesanato com tema natalino, um anjo. A atividade foi coordenada pela professora de artes do Centro Dia.





Ao término da confecção, cada um criou um cartão de natal e fizeram a troca entre os participantes.
Ao término das atividades cada participante falou o que representa estes encontros e como vivencia essa troca. Foram momentos de muita emoção e partilha.


As crianças e adolescestes presentearam cada idoso com um panetone produzido na entidade de acolhimento, e receberam em troca deliciosos chocolates.

Nosso muito Obrigado a toda equipe do Centro Dia, por possibilitar essa troca tão rica de experiências entre gerações que se encontram em situações de vida afetiva e emocional tão similares.





segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Encerramento do Projeto Mão na Massa.

No sábado dia 26 de novembro, ocorreu o encerramento do Projeto Mão na Massa na entidade de acolhimento Lar Feliz.


Na oportunidade, todos os participantes do ano de 2016 com frequência mínima de 75% receberam certificado do curso, o qual é emitido pela FAJ- Faculdade de Jaguariúna. Cada familiar recebeu também um caderno com todos as receitas deste ano, um álbum com registros em fotos de cada família  das atividades realizadas.



Também estiverem presentes professor Douglas, professor do Projeto Mão na Massa e professor docente do curso de gastronomia, estagiários de gastronomia, equipe técnica, presidente e funcionários da entidade.


Crianças, adolescentes e seus respectivos familiares foram recepcionados com um delicioso almoço com cardápio mineiro, sucos e sobremesa.


Neste ano de 2016, tivemos a participação de 13 famílias. Importantes resultados foram obtidos, podendo destacar entre eles:
  • grande número de famílias participantes no projeto;
  • interesse e assiduidade na participação das famílias no projeto;
  • grande número de crianças e adolescentes que retornaram ao convívio familiar durante o ano, sendo que o Mão na Massa possibilita a equipe técnica observar como as relações familiares se efetivam;
  • restabelecimento dos vínculos familiares e afetivos através da participação das famílias no projeto;
  • autonomia adquirida por algumas famílias no decorrer do ano na realização da rotina do Mão na Massa;
  • qualidade dos alimentos produzidos durante o curso;
  • auxilio e participação dos estagiários de gastronomia no projeto.
Para o ano de 2017, a entidade está buscando captar recursos para manter o projeto Mão na Massa que é executado desde o ano de 2013 e já beneficiou diversas famílias.
Nosso muito obrigado ao professor Douglas e seus alunos de gastronomia pela participação e dedicação neste projeto, a toda equipe da entidade Lar Feliz que atua diretamente nesta proposta, e nossa Gratidão especial as crianças, adolescentes e familiares que tornam este projeto possível. 

Lar Feliz na comunidade!

O ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente preconiza a convivência comunitária para todas as crianças e adolescentes que se encontram em situação de acolhimento institucional. Desta forma, o Lar Feliz busca através dos projetos e ações que executa incluir as crianças e adolescentes na comunidade.
 No decorrer de 2016, Lar Feliz já esteve presente em vários eventos da cidade e região, confira alguns deles:

Noite Cultural no mês março no Teatro Dona Zenaide



Apresentação de dança na escola Mario Bianchi na cidade de Santo Antonio de Posse


 Apresentação na Semana Cultural da Escola Franklin em Jaguariúna

Apresentação na Igreja Quadrangular na cidade de Holambra

Assistiram apresentações no Teatro Municipal Dona Zenaide

Atividades de integração no Centro Dia em Jaguariúna


Noite de diversões no parque de Diversões que esteve na cidade de Jaguariúna no mês de Julho


Tarde de diversões no kartódromo e Paintball


Fazendo refeições em estabelecimentos da cidade e região!


Obrigado a todos os que ajudam a promover e tornar possíveis estes momentos!

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Integrando Gerações

No dia 16 de agosto mais uma vez crianças e adolescentes acolhidos na entidade estiveram no Centro Dia para um momento de integração com as pessoas da terceira idade atendidas pelo local.
O objetivo deste encontro foi o de integrar as diferentes gerações através de brincadeiras de cada época. O pessoal do Centro Dia organizou três brincadeiras que representam sua infância e as crianças e adolescentes outras três brincadeiras. Depois todos brincaram juntos todas as brincadeiras propostas. Vejam alguns momentos...

Brincaram de amarelinha

Jogos de mesa

Música

Peteca


O Centro Dia preparou ainda uma apresentação musical em libras


Ao final das atividades, todos tomaram um delicioso lanche. E o que restou foi um gostinho de quero mais. Esta é uma experiência única que possibilita o encontro de diferentes gerações, onde ambas precisam de cuidado, afeto e presença. E muitos outros encontros ainda virão...

Férias de julho

Tempo de férias! Momento de criatividade, inovação, atividades... descontração. Durante as férias do mês de julho as crianças e adolescentes acolhidos na entidade Lar Feliz realizaram e participaram de diferentes atividades. Veja algumas delas:

Na primeira semana de férias a entidade organizou uma gincana que envolveu não somente crianças e adolescentes mas mas também educadoras e toda equipe Lar Feliz. Foram dias de muita descontração...

Parque de Diversões


Deltta diversões Paintball e kartódromo
Foi uma tarde de muita diversão, tanta que os registros fotográficos foram feitos somente no momento das instruções de uso dos equipamentos... depois foi hora de brincar mesmo.


Visita ao Canil de Mogi Mirim com demonstrações práticas


Visita do Movimento Vida Ascendente de Jaguariúna e o Coral da Igreja Santa Rita Jaguariúna




Parquinho


Participação no evento Marketing do Bem


Café da manhã para encerramento das férias

A equipe Lar Feliz preparou um delicioso café da manhã para selar o final das férias. Foram momentos de saborear deliciosos pratos...


E depois de tantas atividades prazerosas é hora de voltar a estudar!

Abuso e Bullyng: as conseqüências perversas da violência escondida



No dia 28 de julho do corrente ano, os funcionários da instituição Lar Feliz e a comunidade de Jaguariúna e região, novamente tiveram a oportunidade de ouvir uma palestra proferida pelo professor Dr. Ivan Capelatto. A palestra faz parte do cronograma do Projeto Cuidando do Cuidador e visa a formação continuada de toda a equipe que atua na instituição de acolhimento.

Dr. Ivan Capelatto ministrou uma palestra abordando assunto "Abuso e Bullyng: as conseqüências perversas da violência escondida". Dr. Ivan iniciou a palestra trazendo alguns dados importantes, relatou que em cada 10 crianças, 7 já sofreram algum tipo de abuso. Destas 7 apenas 1 denúncia o abuso. O bullyng é uma forma de abuso, que já ocorre entre os homens há séculos, não é um fato atual, mas histórico. Nem os avanços da ciência, nem a religião conseguiram evitar que o bullyng perpassasse várias gerações. 

Durante a palestra Dr. Ivan expôs aos presentes que a ausência do cuidado afetivo desencadeia o transtorno de conduta, pois o cuidado de uma criança requer amor, cuidado, carinho e especialmente presença. Segundo a OMS- Organização mundial de saúde, 95% da população mundial possuí algum tipo de transtorno de conduta. A maior causa de suicídio precoce (que ocorre dos 09 aos 25 anos) tem como causa o bullyng. O bullyng causa ao ser humano sofrimento emocional e psíquico.
O bullyng, é uma necessidade do autor submeter um outro ou outros a uma humilhação onde sua auto estima seja denegrida, agredida e de alguma forma perdida. O autor, assim, consegue elevar a própria auto estima, na verdade um sentimento narcísico somente.Ocorre a partir dos 3 anos de idade, dentro das casas, nas famílias, aprendido por imitação e sustentado por “reforçamento” através do outro.É comum nas escolas, empresas, famílias e onde há grupos sociais. É mais forte onde as relações incluem luta pelo poder ou onde a inveja fica mais aberta pelas diferenças pessoais ou socioeconômicas. 
As vítimas do bullying geralmente acabam por adquirir traumas que vão desencadear quadros compatíveis com estresse, depressão reativa, transtorno obsessivo compulsivo, transtorno do pânico, transtornos alimentares, ideações suicidas e/ou homicidas, desmotivação e apatia frente a obrigações e planos, perda do desejo e regressões. A família precisa estar atenta a esses sintomas e assumir uma postura de cuidados e estar sempre presente, evitar estimular confrontos ou reações com o autor e ter na escola um bom aliado.

"A vida existe quando a gente pode manifestar emoção para o outro".
 (Ivan Capelatto)

Nosso muito obrigado ao Dr. Ivan por mais uma vez aceitar o convite em compartilhar conosco sua experiência e conhecimento!






terça-feira, 3 de maio de 2016

FORMAÇÃO CONTINUADA

PALESTRA COM DR. SÉRGIO NOLASCO
TEMA: DESENVOLVIMENTO INFANTIL
29 DE ABRIL



Dr. Sérgio Nolasco, psiquiatra infantil que atua na cidade de Campinas e região atende muitos dos nossos acolhidos, que mensalmente passam por avaliação e acompanhamento em seu consultório. Considerando-se o número de acolhidos que apresentam alterações de comportamento, e as dificuldades de convivência entre acolhidos, bem como a necessidade de orientações de como intervir em situações de conflito e agressividade é que Dr. Sérgio disponibilizou um horário para elucidar algumas questões sobre desenvolvimento infantil.
Em sua fala trouxe alguns dados estatísticos que revelam que fatores de stress determinam fatores genéticos. Pesquisas tem revelado que fatores de stress potencializam alguns comportamentos mesmo que em outras gerações. O afastamento dos pais é um dos maiores, se não o maio fator de stress que pode ser vivido por um criança.
A partir desta fala, convocou todos os presentes a trazer esses dados para a realidade da entidade, na qual atendemos, cuidamos de crianças e adolescentes que foram afastados dos pais.  As reflexões foram no sentido de compreender os prejuízos deste rompimento e as possíveis conseqüências manifestadas no comportamento de cada um.



"O melhor que se tem a fazer é manter o conflito quando se tem razão"Dr. Sérgio Nolasco"

Nosso Muito Obrigado ao Dr. Sérgio por compartilhar seu tempo, sem conhecimento e sua experiência.